CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS 08.06.22

Misses tiram próteses de silicone e cirurgiã plástica explica como os seios ficam após a remoção.

Especialista também fala sobre “Doença do Silicone” e os principais cuidados ao realizar a cirurgia para retirar a prótese mamária.
Por Erika Rios, g1 Santos
07/06/2022

As cirurgias de explante das próteses de silicone levantam algumas dúvidas sobre como ficam os seios após a retirada dos implantes mamários e, para saná-las, o g1 ouviu nesta quarta-feira (8), a médica cirurgiã plástica, Ana Lúcia Lemos, que explicou sobre flacidez e remodelação da região das mamas, além dos cuidados a serem tomados caso haja necessidade ou desejo da remoção.

Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a médica contou que a cirurgia leva à flacidez dos seios, principalmente em implantes muito volumosos. Segundo ela, isso acontece porque com as próteses a pele fica esticada e firme e, ao retirá-las é muito provável que ocorra uma sobra de pele, o que deixará as mamas ‘caídas e flácidas’.

“Nos casos que ocorrem a flacidez mamária, o cirurgião plástico realiza a retirada do excesso de pele, como também [realizam] a remodelação do tecido mamário. Há técnicas cirúrgicas aplicadas para cada tipo de paciente e seu biótipo, como: mamoplastia redutora ou a mastopexia para o levantamento das mamas”, esclarece.

Em alguns situações, é possível enxertar gordura para remodelar os seios. “O cirurgião plástico pode utilizar desse recurso para preencher o volume nas mamas, desde que a paciente tenha gordura localizada para reaproveitar. Após o explante, os seios mudam de formato, tamanho e textura. Afinal, o volume mamário foi removido na cirurgia. O antes e depois têm as suas consequências”.

Quando explantar e quais os cuidados?
Quando o implante se rompe, o explante mamário é obrigatório, segundo a especialista. A mulher pode optar por substituir a prótese ou não. “A ocorrência da ruptura pode ser tanto assintomática quanto sintomática”.

A cirurgiã plástica cita possíveis complicações, como alterações de sensibilidade da mama ou do mamilo, seroma [acúmulo de líquido], hematoma, enrugamento da pele e possibilidade de um novo procedimento cirúrgico para correção de cicatrizes.

“O principal cuidado no pós-operatório é evitar levantar os braços para a lateral ou para a frente do corpo, além de não realizar atividades físicas por 30 dias. É fundamental que a paciente siga todas as orientações do seu cirurgião plástico. Assim, conseguirá ter uma recuperação mais rápida e saudável”, orienta Ana Lúcia.

A médica reforça também, que, caso a pessoa queira recolocar a prótese após a remoção, essa ação é possível, tanto no mesmo ato cirúrgico, como no futuro.

Ana Lúcia faz reforça, portanto, que as mulheres agendem consulta com um médico experiente e com especialização em cirurgia plástica. “Além de formado em medicina, o profissional tem que ter passado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e adquirido o RQE [Registro de Qualificação de Especialidade]”.

Doença do Silicone
Alguns explantes acontecem por conta da ‘Doença do Silicone’, como no caso da Miss Baixada Santista, que relatou alívio após sofrer com a doença. “Parte do gel do silicone vazou e despejou metais pesados no meu organismo. Assim que tirei o silicone, os sintomas foram sumindo. Parou com a dor nas costas, o tremor, o inchaço”, contou ao g1 em maio deste ano.

Segundo a cirurgiã plástica, pode-se chegar a um diagnóstico a partir de alguns critérios estabelecidos. “Ainda há controvérsias. Justamente porque os sintomas comuns são variados e pouco específicos, podendo aparecer devido a doenças reumatológicas e depressão, por exemplo”. Ela acrescenta que há muitas especulações e faltam comprovações sobre a doença.

“A vontade da paciente é respeitada e os sintomas que ela relata são levados em consideração no momento da investigação médica. Temos que explicar para a paciente que a retirada do implante pode ou não resolver os sintomas, e também falar das consequências estéticas”, afirma.

Leia matéria na integra no link abaixo:
https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/mais-saude/noticia/2022/06/07/misses-tiram-proteses-de-silicone-e-cirurgia-plastica-explica-como-os-seios-ficam-apos-a-remocao.ghtml

Cirurgião Plástico em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA-DE-CIRURGIA-PLASTICA-EM-SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS PROTESE DE SILICONE RESOLVE FLACIDEZ 07.08.21

Prótese de silicone resolve flacidez?

O objetivo da prótese de silicone não é corrigir os casos de flacidez nas mamas. Essa cirurgia plástica normalmente é recomendada apenas para aumentar o volume dos seios, deixando-os bem preenchidos e projetados para a frente.

A flacidez é causada por um problema diferente. As mamas ficam caídas quando existe um excesso de pele ou porque perderam a sustentação natural.

Algumas situações que causam esse quadro são grandes variações de peso e o avanço da idade. Se a mulher passou por um grande emagrecimento, por exemplo, é normal que sobre pele ao final do processo. Assim, as mamas ficarão flácidas.

Já quando se trata de mulheres com um pouco mais de idade, o problema é outro. Com o tempo, a pele perde naturalmente as fibras de sustentação, que são o colágeno e elastina.
Como um tecido esgarçado, a pele perde a capacidade de sustentar como antes o conteúdo da mama, causando a flacidez.

Quando a mulher tem apenas uma flacidez discreta, porque o conteúdo da mama é ligeiramente menor que a extensão da pele, é necessário fazer outro tipo de cirurgia para corrigir a flacidez: a mastopexia.

Assim, o cirurgião plástico retira o excesso de pele e remodela a mama, deixando-a firme. Normalmente, isso acontece com mulheres magras, que têm os seios pequenos e ligeiramente flácidos.

No entanto, apenas o cirurgião plástico pode afirmar se, no seu caso, a mamoplastia de aumento pode corrigir a flacidez ou há a necessidade de retirar pele também. Por isso, é fundamental consultar o especialista.

Cirurgião Plástico em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra ana lucia lemos protese de silicone

Próteses de silicone: por cima ou por baixo do músculo?

A prótese de silicone pode ser colocada por cima ou por baixo do músculo peitoral de acordo com a composição física da mulher. Quando a pessoa possui pele ou gordura suficiente, é indicada a colocação da prótese de silicone por cima do músculo peitoral, deixando o aspecto mais natural. Já quando a pessoa é muito magra ou não possui muita mama, a prótese de silicone é colocada por baixo do músculo.

As próteses de silicone deixam o colo mais desenhado e garante melhor contorno da mama, promovem o aumento da forma e contorno do seio de forma proporcional. O perfil da prótese de silicone é o que garante o resultado, podendo ser classificado em super alto, alto, moderado e baixo.

Quanto mais alto o perfil da prótese de silicone, mais projetada fica a mama e mais artificial é o resultado. As próteses de silicone com perfil super alto são indicadas para mulheres que possuem algum grau de queda dos seios, no entanto, o resultado pode ser pouco natural.

No caso do perfil moderado e baixo a mama fica mais plana, não havendo projeção e nem marcação do colo, já que a prótese de silicone possui pouco volume e grande diâmetro. Assim, esse tipo de prótese de silicone é indicado para mulheres que desejam fazer a reconstrução mamária ou que não querem que os seios fiquem projetados muito para a frente, possuindo um resultado mais natural.

A colocação das próteses de silicone é contraindicada para mulheres grávidas ou que estejam no período pós-parto ou em amamentação, devendo esperar no mínimo 6 meses para colocar a prótese de silicone, além de não ser recomendado em caso de doenças hematológicas, autoimunes ou cardiovasculares e para pessoas menores de 16 anos.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

A prótese de silicone pode ser colocada por meio de uma incisão que pode ser feita por baixo da mama, axila ou na aréola. Pode ser colocado por cima ou por baixo do músculo peitoral de acordo com a composição física da mulher. Quando a pessoa possui pele ou gordura suficiente, é indicada a colocação da prótese de silicone por cima do músculo peitoral, deixando o aspecto mais natural. Já quando a pessoa é muito magra ou não possui muita mama, a prótese de silicone é colocada por baixo do músculo.

As próteses de silicone deixa o colo mais desenhado e garante melhor contorno da mama, promovem o aumento da forma e contorno do seio de forma proporcional. O perfil da prótese de silicone é o que garante o resultado final, podendo ser classificado em super alto, alto, moderado e baixo. Quanto mais alto o perfil da prótese de silicone, mais empinada e projetada fica a mama e mais artificial é o resultado. As próteses de silicone com perfil super alto são indicadas para mulheres que possuem algum grau de queda dos seios, no entanto, o resultado pode ser pouco natural.

No caso do perfil moderado e baixo, a mama fica mais plana, não havendo projeção e nem marcação do colo, já que a prótese de silicone possui pouco volume e grande diâmetro. Assim, esse tipo de prótese de silicone é indicado para mulheres que desejam fazer a reconstrução mamária ou que não querem que os seios fiquem projetados muito para a frente, possuindo um resultado mais natural.

A colocação das próteses de silicone é contraindicada para mulheres grávidas ou que estejam no período pós parto ou em amamentação, devendo esperar no mínimo 6 meses para colocar a prótese de silicone, além de não ser recomendado em caso de doenças hematológicas, auto-imunes ou cardiovasculares e para pessoas menores de 16 anos.

Clínica de Cirurgia Plástica e Estética em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS MOSTOPEXIA 11.12.2020

Mastopexia com troca de prótese de mama.

A mastopexia é a cirurgia plástica que visa o tratamento da flacidez mamária através do seu levantamento e da melhora do colo. Geralmente, nestes casos, o que incomoda é a flacidez e a queda ou ptose mamária, sendo que o volume mamário está adequado, não necessitando de grandes reduções.

Para “levantar” as mamas é necessária a retirada de pele, de parte dos tecidos glandulares e de gordura que estão em ptose (queda).

Existem casos em que os tecidos existentes na mama não apresentam quantidade suficiente para montar uma nova mama harmônica, com o tamanho adequado ao desejo da paciente, assim como não apresenta consistência suficiente para gerar satisfação no pós-operatório.

Nestes casos utilizamos, sempre que possível, os implantes de silicone, a fim de sanar estas dificuldades e conferir maior volume e firmeza aos seios. Podemos retirar também parte do tecido mamário e trocá-lo por prótese mantendo o volume inicial da mama, se este for o desejo. Estes casos são nomeados como mastopexia com inclusão de prótese de silicone.

Há alguns casos de pacientes que colocaram próteses de silicone no passado. No entanto, depois de um tempo algumas mulheres querem fazer a troca de prótese de silicone por um tamanho maior, ou simplesmente substituir por próteses novas.

Isso pode acontecer porque elas desejam adicionar volume ou porque seu corpo mudou devido filhos e amamentação, ganha e perda de peso, ou flacidez decorrente do envelhecimento.

Elas percebem que o resultado já não está adequado às suas expectativas e o cirurgião plástico tem a oportunidade de escolher a técnica mais adequada para o melhor resultado, escolhendo colocar a prótese por cima ou por baixo do músculo.

Cirurgião Plástico em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS MASTOPEXIA 22.01.21

Mastopexia: cirurgia plástica corrige mamas caídas.

A mastopexia é uma cirurgia plástica que tem como objetivo reverter o caimento natural dos seios (ptose mamária), reposicionando a aréola e a pele com flacidez, elevando as mamas até sua posição original, garantindo simetria.

A mastopexia está indicada para mulheres que apresentam flacidez e caimento das mamas em função do envelhecimento, grande variação do peso ou amamentação.

A cirurgia plástica pode ser realizada com implante de silicone nos seios ou não, dependendo da quantidade de tecido mamário. Existem casos em que a mama está com espaços vazios, que precisam ser preenchidos pela prótese de silicone para que seja devolvida a firmeza e a sustentação. Com a idade, o tecido mamário atrofia, ou seja, vai diminuindo, isso é o que causa a flacidez.

Quando não é necessário o uso de próteses de silicone é feito a retirada do excesso de pele e o reposicionamento do tecido mamário para dar um novo contorno à mama. Em alguns casos, o cirurgião plástico também retira gorduras ou glândulas a fim de dar aos seios um bom formato.

As incisões geralmente são realizadas ao redor da região dos mamilos podendo estender-se em uma linha vertical saindo da aréola em direção à base do seio, ou ainda para um formato de “T” invertido, dependendo da quantidade de pele que será retirada.

Cirurgião Plástico em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS ASSIMETRIA MAMARIA 03.07.21

Assimetria mamária: descubra o que é e como corrigir.

O corpo tende a ser naturalmente assimétrico, contudo, em alguns casos essa diferença se torna tão pronunciada que uma correção passa a ser necessária.

No caso das mamas, essa diferença pode ocorrer de diferentes formas: peso, tamanho, formato, inserção no tórax, posição das aréolas são algumas delas.

A correção da assimetria mamária é recomendada para mulheres que sentem incomodo com a diferença e que tiveram em sua avaliação todas as doenças mamárias excluídas. Esse é um detalhe muito importante tendo em vista que vários distúrbios podem gerar a assimetria.

Além disso, o cirurgião plástico precisa avaliar se os benefícios irão compensar os riscos. É importante ter em mente que toda cirurgia plástica deixa cicatrizes, e que elas precisam ser levadas em consideração antes de buscar por um procedimento plástico.

A prótese de silicone é uma das alternativas mais populares para minimizar a assimetria mamária. Nesse caso, o cirurgião plástico precisará fazer um estudo aprofundado para verificar o tamanho proporcional ideal, para que as mamas fiquem o mais parecido possível.

O cirurgião plástico pode, por exemplo, colocar um implante menor no seio com maior projeção e um implante menor no seio com maior projeção. Dessa forma os seios ficarão mais parecidos de tamanho e volume, e os resultados irão agradar bastante a paciente.

Há um detalhe importante que você precisa ter em mente sobre assimetria mamária. Nenhuma cirurgia deixará as mamas perfeitamente iguais. Claro que o cirurgião plástico fará o máximo possível para que elas fiquem semelhante. No entanto, por conta da assimetria de todo o restante do corpo, o resultado nunca será 100% igual.

Se você sofre com esse tipo de distúrbio é essencial procurar por um cirurgião plástico. A correção da assimetria mamária envolve procedimentos delicados que, se não forem executados corretamente, podem gerar consequências permanentes.

A assimetria mamária pode ser corrigida, melhorando assim a autoestima da paciente. Então, não deixe de procurar um médico cirurgião plástico para que o seu caso possa ser avaliado por um profissional qualificado.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra ana lucia lemos silicone

Prótese de silicone anatômica: será que essa é a melhor opção?

A prótese de silicone gota ou anatômica leva esse nome justamente pelo formato que tem. No entanto, apesar de parecer uma boa escolha para a mamoplastia de aumento, esse tipo de prótese de silicone costuma ser usado apenas em alguns casos específicos.

Como o próprio nome já sugere, a prótese de silicone em gota tem a maior parte de seu volume concentrado na base. Dessa forma, ela assume o formato de uma gota, literalmente.

Apesar de ela ter uma certa projeção, esse efeito é bem menor do que o encontrado na prótese de silicone cônica, por exemplo. Com isso, ela mantém o contorno natural das mamas.

A prótese de silicone anatômica deixa os seios com aparência e formato bastante naturais. Esse tipo de prótese não deixa os seios projetados e, tampouco, com o colo marcado.

Justamente por suas características, a prótese de silicone gota é recomendada para mulheres que já possuem seios e contornos que as agradam. Mais, ainda assim, desejam aumentar um pouco o volume.

Com isso, essa prótese costuma quase não ser escolhida. Sendo indicada para quem prefere que o colo não fique arredondado e que a parte superior das mamas fique mais discreta.

Além disso, a prótese de silicone em anatômica é recomendada para quem tem a parte inferior dos seios muito curta. Normalmente, menor do que 4 centímetros.

Por fim, vale dizer que a prótese de silicone anatômica é bastante utilizada em cirurgias de reconstrução mamária. Por isso, é menos utilizada em cirurgias apenas estéticas.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS Lipoenxertia nas mamas 08.12.2020

Lipoenxertia nas mamas.

A lipoenxertia nas mamas é um procedimento realizado na maioria das vezes de forma complementar e menos frequente de forma isolada.

Assim, pode complementar o resultado de uma mamoplastia promovendo maior volume à região do colo das mamas por exemplo, ou em alguns casos de reconstrução mamária ou até de colocação de próteses de mama, pode melhorar o formato e a simetria entre as mamas.

Pode também ser utilizado de forma isolada para aumento do volume das mamas. É um procedimento que tem sido cada vez mais utilizado ultimamente.

As mulheres que estão insatisfeitas com o tamanho dos seus seios, ou têm mudanças na aparência da mama decorrentes de ressecções mamárias por tumores podem melhorar a forma e volume das mamas com uma transferência de gordura. Uma lipoenxertia mamária permite geralmente apenas um pequeno aumento no tamanho da mama, mas oferece resultados naturais.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS QUANDO SUBSTITUIR A PROTESE DE MAMA 12.05.21

Quando é necessária a substituição da prótese de mama?

A consulta periódica é necessária para identificar uma possível contratura capsular ou outra complicação que possa ter passado despercebida. Através do acompanhamento anual, o cirurgião plástico consegue ficar atento em alguns sinais de complicações tardias, que podem acometer a prótese de silicone, embora sejam casos raros. Uma das complicações é a contratura capsular.

A contratura é o endurecimento da cápsula que se forma ao redor da prótese de mama. Toda prótese de silicone inserida no corpo ocasiona uma reação do organismo, que forma essa cápsula. Seria como uma película ao redor do implante.

Essa película, caso sofra um processo de enrijecimento, pode levar a deformidades visuais ou apenas palpáveis. Estima-se que 4% das próteses, durante um período de 10 anos, vão desenvolver algum grau de contratura.

Vale lembrar que apenas as contraturas que atingirem graus mais avançados, como 3 ou 4, têm a necessidade de substituição das próteses, pois terão deformidades visíveis ou outros sintomas.

Sempre guarde o cartão de informações da prótese, muitas marcas oferecem uma garantia vitalícia do produto. No caso de uma ruptura ou contratura, algumas empresas substituem a prótese de silicone. A paciente não precisa se preocupar com essa despesa, somente com a cirurgia plástica.

Além disso, pacientes muito magras e com próteses grandes podem sofrer o chamado rippling. Trata-se de uma ondulação ou dobra na região superior do tórax. Não causa dor, mas gera um desconforto estético.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Cirurgia plastica em Santos Dra. Ana Lucia Lemos - ritidoplastia correçao da face

Dá para fazer o autoexame das mamas com prótese de silicone?

As próteses de silicone não atrapalham o autoexame das mamas devido a localização dos implantes. Como elas ficam atrás das glândulas ou mesmo atrás dos músculos, elas não são um obstáculo entre a palpação e o tecido mamário.

Vale lembrar que o exame caseiro das mamas não substitui a mamografia, exame que detecta tumores em estágios iniciais e que podem não ser sentidos pelo toque. O autoexame deve ser visto como uma medida extra à visita anual ao ginecologista. Quando detectado logo no início, o câncer de mama tem 90% de chances de cura e a mamografia é a forma mais eficaz de descobrir a doença nessa fase.

Como fazer o autoexame das mamas? Comece observando as mamas com os braços abaixados e veja se há alterações de cor, textura ou relevo. Note também se os mamilos estão retraídos ou afundados. Se eles sempre foram assim, trata-se apenas de uma questão anatômica sua. Em seguida, levante os braços e veja se algo mudou.

Na segunda etapa, você palpará os seios. Com um dos braços apoiados sobre a cabeça, toque a mama com a mão oposta. Deslize os dedos ao redor do mamilo procurando por caroços. Estenda o movimento até a axila, onde também podem aparecer tumores.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp