CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS DEPILAÇÃO A LASER 02.04.21

A fotodepilação é um tratamento dolorido?

A luz pulsada é muito bem tolerada pela maioria dos pacientes, que chegam a considerar o procedimento indolor. A Luz Intensa Pulsada atinge o bulbo do pelo, não ultrapassando muito esse limite e, por isso, os pacientes podem sentir uma leve fisgada, mas não dor propriamente dita.

São necessárias cerca de seis sessões de fotodepilação para que haja uma redução significativa dos pelos, no entanto já é possível ver os resultados três semanas após a primeira sessão.

Recomenda-se um intervalo de aproximadamente um mês entre uma sessão e outra. O tempo de retoque para o procedimento varia entre quatro meses até dois anos após a última sessão.

Pode haver irritação, inchaço e vermelhidão. Em geral estas lesões são brandas e se resolvem de cinco a sete dias após o tratamento. Também podem ocorrer hipo ou hipercromia, ou seja, a diminuição ou aumento da pigmentação da pele. Bolhas são raras e podem significar queimadura, necessitando de tratamento médico específico.

Complicações a longo prazo, como cicatrizes, são raras e ocorrem em consequência de uma técnica de aplicação falha. A técnica falha acontece quando não é feito o ajuste adequado da amplitude de onda da Luz Intensa Pulsada.

A fotodepilação ou luz intensa pulsada (LIP) é o método menos agressivo para a retirada dos pelos e, de acordo com tipo de pele, da espessura do pelo e da tonalidade do fio é possível graduar a intensidade do espectro de luz.

A Luz Intensa Pulsada atinge uma temperatura bem menor, com menos riscos de queimaduras e descolorações temporárias na pele, o que acontece com mais frequência com o laser.

Em comparação com o laser, o espectro de luz da Luz Intensa Pulsada é maior, sendo menos específico para o pelo e, portanto, menos eficaz. Com isso, a energia usada na depilação a laser pode ser mais alta.

É recomendado não se expor ao sol diretamente sem proteção solar, principalmente, se houver vermelhidão na área tratada. Usar protetor solar com fator de proteção mínimo de 30.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santo

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLININICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA FOTODEPILAÇÃO 01.04.21

Fotodepilação: tratamento remove pelos progressivamente

A fotodepilação é a remoção dos pelos corporais através da energia da Luz Intensa Pulsada (LIP). O tratamento com Luz Intensa Pulsada é feito com um aparelho que possui uma lâmpada flash de alta energia, ou seja, emite luz.

A Luz Intensa Pulsada destrói as células germinativas do pelo, de modo que ele só volte a nascer quando essas células se regenerarem, o que pode nunca mais acontecer ou acontecer em alguns meses ou anos.

Nenhum método de depilação é definitivo, a fotodepilação é duradoura e requer retoques, pois, como os pelos são uma proteção do nosso organismo, muitos fatores podem influenciar no seu crescimento.

A recomendação é que seja feita uma avaliação com um cirurgião plástico dermatologista antes de iniciar o tratamento. Esse profissional pode avaliar criteriosamente sua pele e definir qual é o melhor tratamento para ela.

A fotodepilação está indicada em casos de foliculite pilosa (inflamação) e para pelos indesejados em qualquer região do corpo. A pele ideal para a realização da fotodepilação é a pele clara com pelos escuros e grossos. No entanto, ela pode ser usada para qualquer tonalidade da pele, isso porque é possível realizar uma graduação que se adapte ao paciente, o que possibilita o tratamento das peles mais claras às mais escuras.

Ânus, pálpebras e áreas ao redor dos olhos, mucosas e bolsa escrotal, por serem áreas mais sensíveis, não podem ser depiladas com esse método.

A pele não pode estar bronzeada, o pelo não pode ter sido retirado pela raiz (com cera ou pinça) no último mês, não pode haver vermelhidão, machucados ou focos de acne ativa e deve-se interromper o tratamento com ácidos pelo menos 72 horas antes.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS DEPILAÇÃO A LASER 05.02.21

Entenda como funciona a fotodepilacao

Cientificamente, a fotodepilação consiste na eliminação do pelo corporal através do uso de raios de luz e, por isso, pode incluir dois tipos de tratamento, que são a luz pulsada e a depilação a laser. No entanto, a fotodepilação é frequentemente ligada apenas à luz pulsada, ficando diferenciada da depilação a laser.

O uso da luz pulsada ajuda a destruir lentamente as células que produzem os pelos, pois este tipo de luz é absorvida pelo pigmento escuro do pelo. Depois de absorvida, a luz provoca um aumento da temperatura no local, enfraquecendo as células.

Como a técnica apenas funciona nos pelos que estão diretamente ligados às células, podem ser necessárias até 10 sessões de fotodepilação para atingir todas as células e obter o resultado de eliminação definitiva do pelo. Na fotodepilação o pelo vai ficando mais fraco até deixar de aparecer.

O uso de luz pulsada apresenta melhores resultados na pele clara com pelos escuros e pode ser usada em quase todas as partes do corpo, especialmente no rosto, braços, pernas e virilha. Já outras áreas mais sensíveis, como a região íntima ou as pálpebras, não devem ser expostas a este tipo de depilação.

Para melhorar os resultados em ambos os casos é importante evitar a depilação com cera durante o tratamento, pois a remoção completa do pelo dificulta a passagem da luz até à célula que produz o pelo.

Embora a fotodepilação com luz pulsada seja uma técnica bastante segura, pois utiliza uma potência que não danifica a pele, ela não deve ser utilizada por pessoas com vitiligo, pele bronzeada ou com infecções na pele, pois pode ocorrer um escurecimento ou clareamento local.

Além disso, pessoas que utilizam medicamentos que aumentam a sensibilidade da pele, como é o caso de adolescentes que utilizam produtos para a acne, não devem fazer este tipo de depilação no local em tratamento.

A maior parte das sessões de fotodepilação não produzem qualquer tipo de complicação, principalmente quando são feitas por profissionais capacitados. No entanto, a fotodepilação pode sempre trazer alguns riscos como: queimaduras; cicatrizes na pele; manchas escuras.
Normalmente, estes riscos podem ser evitados, sendo que é aconselhado consultar um cirurgião plástico ou dermatologista antes de iniciar o tratamento de fotodepilação.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

 

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
CLINICA DE CIRURGIA PLASTICA EM SANTOS DRA ANA LUCIA LEMOS FOTODEPILAÇÃO 07.12.2020

Fotodepilação no tratamento da hidradenite (inflamação na região das axilas ou virilha).

A hidradenite é uma rara doença de pele caracterizada por bolinhas ou caroços dolorosos de diversos tamanhos que surgem embaixo da pele, geralmente nas axilas ou virilha. Essas lesões podem romper e liberar pus, provocando mau cheiro e dor no local.

Normalmente demoram semanas ou até meses para desaparecer e, mesmo quando desaparecem, podem deixar cicatrizes profundas, dificultando a movimentação do local acometido. É mais frequente em mulheres depois da puberdade e, embora apareçam em qualquer região do corpo, acometem preferencialmente regiões ricas em glândulas sudoríparas, como axilas, virilha, nádegas ou abaixo das mamas.

As causas da hidradenite ainda não estão bem estabelecidas, mas pode ser considerada uma doença inflamatória e genética, com os seguintes fatores de risco: excesso de peso, estresse emocional constante e períodos de grandes alterações hormonais, como puberdade ou gravidez.

Por ser uma doença crônica, a hidradenite não tem cura, mas tem controle medicamentoso para evitar o surgimento frequente de novos caroços, diminuindo também as chances de complicações.

Somente nos casos mais graves, em que há infecção, cogita-se a cirurgia de remoção dos caroços. Outro tratamento bastante indicado é a remoção dos pêlos das regiões afetadas com fotodepilação.

A depilação é um ponto muito importante no tratamento da hidradenite e deve ser feita utilizando método com remoção mais definitiva, como a depilação a laser ou a fotodepilação.

Paralelamente, também se recomenda fazer uma higiene adequada das áreas afetadas, usar roupa larga, manter um peso equilibrado, evitar dietas hiperglicêmicas, depilação com cera ou lâmina e o consumo de álcool e cigarro.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

 

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra ana lucia lemos luz intensa pulsada

Luz Intensa Pulsada: rejuvenescimento da pele, remoção de pelos e muito mais.

Quem não quer uma pele uniforme, lisinha e livre de pelos indesejáveis? Homens e mulheres procuram os mais diversos meios e formas para uma aparência renovada e jovial. É exatamente isso que a tecnologia da Luz Intensa Pulsada proporciona, tornando-a uma tendência nos tratamentos de beleza.

A luz intensa pulsada é uma tecnologia que, sem agredir a pele, emite uma fonte de energia luminosa com diferentes comprimentos de onda (luz) agindo seletivamente na estimulação do colágeno e sobre pigmentos – melanina (pele e pelos) e hemoglobina (vasos), permitindo amenizar e até mesmo corrigir várias lesões da pele facial e corporal.

Atua sobre manchas, rugas finas, olheiras, sardas, sinais de envelhecimento, cicatriz de acne, rosácea (vermelhidão facial) e pelos promovendo depilação progressiva definitiva. São usados filtros diferentes para cada finalidade e o resultado é visível logo após a primeira sessão. O tratamento pode ser feito em todas as regiões do corpo, como é bem tolerado pelo paciente não há necessidade de afastamento das atividades diárias.

Como a luz intensa pulsada é multifuncional é indicada para:

 Remoção definitiva de pelos.
 Rejuvenescimento da pele.
 Redução de lesões pigmentadas (manchas na pele).
 Redução de lesões vasculares,
 Tratamento de acnes e suas cicatrizes.
 Terapia antienvelhecimento.

Contraindicações ao tratamento com Luz Intensa Pulsada:

 Gestantes ou lactantes.
 Doenças autoimunes (que piorem com exposição à luz).
 Herpes labial recorrentes.
 Diabetes não controlado.
 Alterações de coagulação Sanguínea.
 Câncer de pele ou histórico familiar de câncer.
 Propensão a queloides.
 Pele bronzeada.
 Vitiligo ou infecções ativas no local do tratamento.
 Medicamentos antibióticos e anti-acnéico que aumentem a fotossensibilidade.

Lembre-se a prescrição de qualquer tratamento deve ser feita apenas por um profissional habilitado para não causar danos irreversíveis na pele.

 

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra ana lucia lemos fotodepilação

Luz Intensa Pulsada para rejuvenescimento da pele.

Estudos a partir do efeito da Luz Pulsada no tratamento do envelhecimento da pele revelou, após 10 anos de pesquisa, que o tratamento continuo, uma vez a cada 3 meses em pacientes mais jovens e uma vez por mês em pessoas mais maduras, trata e inibe o avanço do envelhecimento natural. Esta comprovação veio em boa hora. A tecnologia usada no procedimento não é nova e torna o tratamento mais acessível, já que deve ser feito sem interrupções, de maneira profilática, para o resto da vida ou pelo tempo que o paciente desejar.

A Luz Intensa Pulsada (LIP) é gerada por um equipamento que produz calor na pele e atinge diferentes alvos: a melanina – que, em excesso, causa sardas e manchas, os vasos sanguíneos – no caso, os micro vasos da face e colo principalmente – e o colágeno – para tratamento da flacidez e rugas.

A Luz Pulsada possibilita o tratamento de várias lesões causadas pelo fotoenvelhecimento, aquele provocado pela exposição solar, em diversas áreas do corpo como face, dorso das mãos, colo e pescoço. Trata rugas finas, vasos faciais, rosácea, manchas solares, dano solar crônico, alteração de textura da pele, olheiras, poiquilodermia (manchas, vasos e envelhecimento do colo e pescoço), depilação e pode ser utilizada até mesmo para remoção de tatuagens.

O tratamento com Luz Intensa Pulsada está indicado para pessoas com pele branca muito sensível, pele branca pouco sensível e peles morena clara. Tonalidades mais escuras têm maiores chances de complicações, pois a melanina, em maiores quantidades, pode absorver o feixe luminoso.

Geralmente, para se obter o máximo de eficácia no tratamento de manchas, sardas e vasos sanguíneos aparentes se recomenda quatro sessões em média, mas é comum observarmos os resultados desde a primeira aplicação. Para o tratamento de rugas e flacidez, é preciso estimular o colágeno, o que demanda mais tempo. A frequência do tratamento deve ser 1 vez a cada 3 meses em pacientes mais jovens, e 1 vez por mês em pessoas mais maduras.

Não é necessário internação e o procedimento é feito no consultório médico, por um dermatologista ou cirurgião plástico. De curta duração, a aplicação da Luz Pulsada não requer nenhum preparativo antes ou repouso no pós-procedimento, a única exigência é não se bronzear antes e não abrir mão do filtro solar depois.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra ana lucia lemos diferença entre fotodepilaçao e laser

Quais as diferenças entre fotodepilação e depilação a laser?

Não existe um método que elimine os pelos para sempre, nossos pelos são proteções do nosso organismo, ou seja, o corpo não para de produzi-los. A luz intensa pulsada e o laser são métodos iguais em resultados, mas diferentes em tecnologia.

A quantidade de sessões que precisamos para eliminação gradativa dos pelos é em torno de 8 sessões, em ambas tecnologias, pois o que define o resultado é o ciclo do pelo do cliente, que é fisiológico, e não a tecnologia aplicada.

O tempo de duração da eliminação, até que seja necessária a manutenção, é de 6 meses a 2 anos, em ambas tecnologias. Isso porque, novamente, quem define em quanto tempo um novo ciclo de pelo irá nascer é o organismo do cliente, e não a tecnologia aplicada.

A luz intensa pulsada é indolor pois é um feixe de luz que espalha ao ser aplicado, o que torna o tratamento menos agressivo, mas não impede de atingir o objetivo de eliminar os pelos da raiz. A célula germinativa do pelo nasce na derme (2ª camada da pele), e ela é atingida tanto pela luz intensa pulsada quanto pelo laser, porém, como o laser é um feixe único, ele é mais agressivo e gera bastante dor.

O que determina o resultado ser bom ou ruim, em ambas tecnologias, é a avaliação correta de fototipo de pele (cor) e a quantidade de melanina que contém nos pelos. Uma pele clara com pelo escuro terá até 80% de eliminação, tanto com o uso do laser quanto da luz intensa pulsada.

Não existe 100% de eliminação em nenhuma das tecnologias pois o ciclo do pelo tem fases diferentes (3 fases) e elas estão presentes no mesmo momento. Para o resultado da eliminação dos pelos, temos que atingir uma fase específica, e temos apenas 20% dos nossos pelos nesta fase. Por esse motivo, é necessário em média 8 sessões, em ambas tecnologias.

Algumas pessoas tem a eliminação mais rápida pois tem um crescimento de pelo mais lento, mas não significa que ele não voltará a nascer. Um novo ciclo de 20% nascerá em até 3 anos, por isso, voltam menos pelos que a quantidade que existia. Nessa fase se faz uma aplicação de manutenção, e depois de mais 6 meses a 2 anos, nascerá novamente, e assim, sucessivamente.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra. ana lucia lemos depilaçao a laser

Fotodepilação: tratamento remove pelos.

A fotodepilação tem como base o uso da Luz Intensa Pulsada. Estas por sua vez, são ondas de luz de comprimentos diversos, que atuam na raiz do pelo, eliminando suas células germinativas e garantindo a remoção dos pelos, que pode ser alcançada de forma indolor, quando considerado a outros métodos de depilação.

Muitas pessoas se perguntam por que os efeitos da fotodepilação são mais duradouros que os de outros procedimentos de depilação. Isso acontece devido à ação da luz intensa pulsada, que age diretamente nas células que dão origem a esses pelos, impedindo o seu crescimento.
Com isso, este procedimento garante não só a remoção dos pelos já existentes com mais facilidade, como também retarda o nascimento de novos pelos.

À medida que a manutenção desse método vai sendo realizada, é possível que novos pelos surjam apenas depois de anos, representando assim um ótimo custo benefício para quem deseja se livrar dos pelos indesejáveis por um longo período de tempo.

Além disso, a aplicação da Luz Intensa Pulsada, também garante outros benefícios, como o rejuvenescimento da pele, já que estas ondas de luz estimulam a produção de colágeno.
Com a aplicação de Luz Intensa Pulsada também é possível reduzir as rugas e linhas de expressão, assim como manchas e acnes presentes na pele, melhorando assim o visual do rosto como um todo.

No geral, grande parte das pessoas podem adotar este procedimento de depilação.
Apenas quem for portador de doenças fotossensibilizantes é que não podem realizar a fotodepilação. As pessoas com pele negra, também são contraindicadas para este procedimento, já que o excesso de melanina presente em sua pele pode acabar comprometendo o resultado final, ou mesmo gerando danos ao seu bem-estar.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra. ana lucia lemos fotodepilação2

Fotodepilação: orientações antes e depois do tratamento.

São necessárias, em média, dez sessões para que a espessura e a quantidade dos fios fiquem menor. Apesar da estimativa, o número de sessões varia de pessoa para pessoa e depende de vários fatores, tais como espessura dos pelos, número de fios, fases do ciclo capilar e condições de saúde.

Podem ser necessários mais encontros para pacientes que têm patologias que aumentam a quantidade de testosterona, hormônio que promove crescimento dos pelos. Antes de iniciar o processo, o paciente deve responder um questionário que informa quais remédios pode estar usando, uma vez que existem medicamentos que são fotossensibilizantes e, por este motivo, aumentam o risco de queimaduras.

O paciente deve se preocupar no sentido de manter os pelos curtos com métodos que não destruam o bulo pilar, por que este é o que garante a eficácia do procedimento. Esses métodos são: lâmina de barbear, máquina ou creme depilatório. Pode ser requisitado aparar os pelos de três a cinco dias antes da sessão.

Após a fotodepilação a pessoa deve evitar tomar sol durante todo o processo, em especial nos 30 dias posteriores à sessão, uma vez que a pele bronzeada apresenta maior chance de queimaduras. Além disso, é indicado o uso de protetor solar com fator mínimo 30. Quem tem pele sensível pode usar algum creme calmante prescrito pelo profissional responsável para aliviar e evitar a irritação na pele.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
clinica de cirurgia plastica em santos dra. ana lucia lemos fotodepilação3

Quais as diferenças entre depilação a laser e fotodepilação?

A principal diferença da fotodepilação para a depilação a laser está na área de contato da luz com a pele e o comprimento das ondas. Na fotodepilação, uma área maior é abrangida, o que faz a aplicação ser mais rápida e também indolor, ao contrário da a laser, que pode apresentar leves incômodos, embora use um sistema de refrigeração que minimiza a sensação de calor na área a ser tratada.

A sessão de Luz Intensa Pulsada – LIP é mais barata do que a de depilação a laser, embora seus resultados sejam menos duradouros e imediatos.

Com o objetivo de facilitar o acesso aos procedimentos, sempre surgem opções e métodos caseiros. Com a fotodepilação não é diferente: já estão disponíveis equipamentos para uso domiciliar. Porém, há diferenças entre a depilação profissional e a caseira, a começar pela menor potência dos equipamentos individuais em comparação com os usados em clínicas e consultórios.

Além disso, os riscos ao realizar o procedimento em casa são maiores e incluem: queimaduras, manchas claras na pele, hiperpigmentação, sensação de secura, formação de crostas ou dano ocular (se os óculos de proteção não forem utilizados adequadamente).

Fotodepilação é contraindicada para pessoas nos seguintes casos: gestantes, pessoas com pele bronzeada, pacientes com infecções ativas no local a ser tratado, portadores de doenças fotossensibilizantes (como vitiligo) ou fotoalergia, essoas em uso de medicações que elevam a fotossensibilidade, pacientes com câncer.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp