A lipoabdominoplastia diferencia da abdominoplastia por ser feito a plástica de abdome associada a lipoaspiração da região abdominal, no mesmo ato cirúrgico, com o objetivo de afinar mais a parede abdominal. É indicado quando houver excesso de pele abdominal (flacidez) e excesso de gordura.

Na verdade, o cirurgião plástico irá considerar a lipoabdominoplastia para cada caso. Ela não é uma opção do paciente, pois precisa preencher pré-requisitos, além de ser menos indicada em pacientes fumantes e com mais idade. Nestes casos, pelos riscos maiores de diminuição da circulação da pele abdominal, causando maior sofrimento da pele e até áreas de necrose.

Não são, entretanto, os “quilos e litros” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdome mantenha com o restante do tronco e os membros. A maioria das mulheres apresentam certa “flacidez” do abdome após um ou vários partos, com predominância de pele sobre a quantidade de gordura localizada na região. Estes casos nos permitem excelentes resultados. Em outros casos, em que o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será bom e proporcional ao restante do corpo.

A cicatriz resultante de uma Lipoabdominoplastia localiza-se horizontalmente, logo acima da implantação dos pelos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdome a ser corrigido. Esta cicatriz é planejada para ficar escondida sob as roupas de banho, e passará por vários períodos de evolução.

A drenagem linfática ajuda na remoção de líquidos e toxinas acumulados nas regiões operadas. Isto leva a mais conforto para o paciente, menos dor no pós-operatório e mais rápido retorno às atividades do dia a dia. Mas é fundamental que seja feita por profissional com experiência em pós-operatório de cirurgia plástica, pois a drenagem linfática realizada de modo inadequado pode interferir negativamente no resultado da cirurgia plástica.

O retorno às atividades pode ser em 3-4 semanas. Exercícios físicos devem ser evitados por 6-8 semanas. A ausência de complicações no pós-operatório é condição para estes prazos serem razoáveis.

Pode-se reiniciar a dirigir após liberação do cirurgião plástico, com cuidados. Caminhadas curtas em casa diariamente, e a partir de 2 semanas caminhadas acompanhadas. Banho de sol após 1 mês (quando cederem as equimoses). Exercícios físicos a partir de 1 mês (iniciar mais leve). Conforme o caso, poderá haver ajustes nestes números, e serão explicados na época adequada.

As fotografias tomadas antes e depois da sua lipoabdominoplastia também são uma rotina e têm o objetivo de registrar a evolução do seu caso ao longo do tempo. Suas fotos permanecerão arquivadas ficando seu uso restrito para fins de documentação científica e avaliação pós-operatória.

Cirurgião Plástico em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Atendimento: Segunda a Sexta | 8 às 20 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket