A técnica consiste na inserção de uma linha logo abaixo da pele, responsável por gerar o efeito lifting (levantamento da pele), levando ao rejuvenescimento e amenizando a flacidez do tecido cutâneo.

Fios de sustentação são filamentos colocados no tecido subcutâneo para levantar a pele caída com o processo de envelhecimento, eles são usados para melhorar o contorno facial. Esses fios possuem pequenas espículas ao longo de seu comprimento, que são usados para fixação. São 100% absorvíveis e com rápida recuperação.

O efeito do tratamento vem não só dessa sustentação física, mas também da capacidade que os materiais que compõem esses filamentos possuem de estimular a atividade de fibroblastos, células produtoras de colágeno.

O colágeno é um componente estrutural importante da pele e a queda na sua produção é uma das responsáveis pelos sinais do envelhecimento, em especial pelo aparecimento de rugas e marcas de expressão.

Dois são os tipos de fios mais utilizados:
Fios de PDO (polidioxanona)
São absorvidos lentamente por um período entre 90 e 120 dias, estimulando a produção de colágeno ao longo deste processo. Seus efeitos chegam a durar 8 meses.

Fios de Ácido Polilático
Esses fios possuem pequenas garras que auxiliam na fixação da pele. São mais resistentes do que os fios de PDO, sendo que seus efeitos podem durar até 1 ano e meio.

Esse tratamento é indicado para pessoas que possuem mais de 30 anos de idade, sentem-se incomodadas por apresentarem flacidez leve a moderada na pele e não possuam excesso de gordura na região a ser tratada.

O procedimento é bem simples e pode ser realizado no próprio consultório médico. Para inserção dos fios de sustentação é utilizada uma pequena cânula que faz furinhos no rosto do paciente.

É aplicada anestesia local para reduzir qualquer incômodo. Geralmente, são inseridos entre 4 a 8 filamentos, dependendo do grau de flacidez apresentado.

As perfurações fecham imediatamente e não há necessidade de incisões. Além disso, o paciente não sente nenhuma dor durante o procedimento e não há necessidade de afastamento de suas atividades do dia a dia.

A pele pode ficar mais avermelhada e inchada nos dias que seguem a inserção, por isso são recomendadas compressas geladas nas primeiras 48 horas, o que ajuda o organismo a reabsorver o edema e os hematomas. O uso de filtro solar também é muito importante durante a recuperação.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket