A cirurgia plástica íntima que tem por objetivo diminuir os pequenos lábios vaginais, estruturas que protegem a entrada da vagina. Além disso, os pequenos lábios também tem a função de proteger a vagina. Quando indicado, a cirurgia íntima também pode alterar o tamanho e formato dos grandes lábios.

Na maioria dos casos, a estética e o incômodo psicológico durante a exposição ao parceiro e a relação sexual é a motivação para a cirurgia plástica. Em casos mais raros, a dificuldade em higienizar a região acaba provocando acúmulo de secreções e urina levando a infecções constantes, como a candidíase, o que também leva as mulheres a optar pela cirurgia plástica.

A cirurgia plástica é feita, principalmente, em casos em que o tamanho exagerado dos pequenos lábios pode causar dor durante a relação sexual. O incômodo acontece pois estas estruturas acabam dobrando-se para dentro da vagina durante o ato sexual. Podem surgir até mesmo pequenas lesões devido a esse atrito.

Durante a cirurgia plástica retira-se parte dos pequenos lábios e reconstrói essas estruturas. São dados pontos, normalmente absorvíveis, ou seja, que não precisam ser retirados posteriormente. As cicatrizes costumam ser discretas. O procedimento dura, em média, de 40 minutos à uma hora em meia. Por se tratar de uma cirurgia plástica de pequeno porte, a paciente pode ir para casa no mesmo dia.

Quando o envelhecimento, perda de peso ou fatores de hereditariedade “murcham” os grandes lábios, o cirurgião plástico pode melhorar a região com aplicações de gordura da própria paciente.

A cirurgia plástica íntima não possui contraindicações, no entanto, como em qualquer cirurgia, indivíduos com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca, descontroladas devem evitar procedimentos cirúrgicos. Pacientes com infecção ativa no local ou corrimento devem fazer tratamento antes de se submeter à cirurgia plástica.

O repouso deve ser mantido pelo período de dois a três dias após a cirurgia plástica. Depois disso, quem trabalha em escritório, sem realizar grandes esforços físicos, pode voltar à rotina. Quem trabalha com esforço físico ou que precisa caminhar muito deve esperar três semanas para retornar ao trabalho.

É possível retornar gradualmente aos exercícios físicos três semanas após a cirurgia plástica. É indicado evitar exercícios que pressionem a região operada, como a bicicleta. A vida sexual retorna após 30 dias da cirurgia plástica.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket