O preenchimento com bioestimuladores é uma técnica de rejuvenescimento facial utilizada para amenizar depressões e sulcos da pele. O tratamento é feito através de injeção de um produto no local a ser tratado. Existem três tipos de substâncias utilizadas para esta técnica:

Uma substância denominada hidroxiapatita de cálcio, utilizada para correção de depressões profundas e preenchimento de mãos. Sua função é dupla: estímulo da produção de colágeno ou preenchimento facial. Cerca de 2 a 3 sessões com intervalos de um mês entre uma e outra são o suficiente para obter resultados. Sua ação permanece no organismo em média 2 anos.

O ácido poli-L-lático, utilizado para o tratamento de rejuvenescimento facial como um ótimo estimulador de colágeno. Ajuda a restaurar o contorno e volume facial, também melhora a flacidez de outras áreas do corpo, como braços, glúteos e abdômen. São necessárias, em média, 3 sessões para que os resultados comecem a aparecer. E os efeitos duram em torno de 2 anos.

Uma outra substância é composta por 2 ativos – carboximetilcelulose e policaprolactona. O estimulante é indicado para tratamento de rugas faciais e flacidez, trazendo resultados bem naturais. Além disso, tem o objetivo de melhorar a textura da pele, deixando-a firme, com aparência saudável e sedosa.

Outra técnica bastante utilizada para rejuvenescimento facial são os fios de sustentação. Trata-se de fios produzidos com ácido polilático que podem ser inseridos fazendo a fixação da pele ao tecido subcutâneo.

O procedimento é indicado para pacientes que possuem linhas de expressão e rugas profundas. Em síntese, com a técnica, é possível diminuir a flacidez, eliminar o bigode chinês, levantar as maçãs do rosto, eliminar a papada, estimular a produção de colágeno e devolver o contorno da face e do pescoço. Além disso, também pode ser utilizado para o reposicionamento das sobrancelhas.

Os efeitos dos fios de sustentação podem ser notados imediatamente, porém, o levantamento dos tecidos atinge o resultado máximo em pelo menos 40 a 60 dias após o procedimento. Nos seis meses seguintes, o ácido polilático irá estimular os fibroblastos produzindo colágeno, resultando em uma pele mais firme.

O efeito pode durar por até doze meses, quando os fios são degradados e absorvidos pelo organismo. No entanto, o colágeno produzido a partir da estimulação dos fios continuará presente na pele, contribuindo para a desaceleração do envelhecimento.

Existem várias técnicas que contribuem para o rejuvenescimento facial. Além disso, proporcionam resultados naturais e uma aparência mais jovem, estimulando a produção de colágeno, eliminando rugas e papadas, entre muitos outros benefícios.

No entanto, a escolha de qual procedimento será realizado vai depender do grau de envelhecimento e do que o paciente deseja melhorar.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket