A lipoabdominoplastia é uma técnica em cirurgia plástica utilizada quando existe gordura abdominal localizada associada com flacidez e/ou excesso de pele abaixo da cicatriz umbilical.

A associação da técnica de lipoaspiração realizada no abdome e no contorno corporal é considerada segura e essencial na busca por melhor harmonia corporal, por melhores resultados estéticos e, consequentemente, por maior satisfação do paciente.

A grande vantagem dessa associação é, sem dúvidas, o resultado mais harmônico. Pois, a lipoaspiração é ideal para retirar excesso de gordura localizada. Já a abdominoplastia tem como objetivo remover o excesso de pele logo abaixo da cicatriz umbilical.

Muitas vezes, se o cirurgião plástico realiza apenas a abdominoplastia, pode sobrar gordura em áreas específicas. Na verdade, o resultado pode deixar a paciente com um corpo quadrado.

Por outro lado, vale ressaltar que não é indicado que a paciente com flacidez, mesmo que pequena, faça somente a lipoaspiração.
Retirar somente a gordura da paciente pela lipoaspiração numa pele mole e caída, irá resultar em flacidez abdominal. Isto porque a camada de gordura retirada servia de sustentação para a pele. Ao perder este suporte, a pele da barriga vai ficar caída.

Durante a recuperação da lipoabdominoplastia a paciente deverá ter cuidado especialmente com a sua postura. O paciente deve ficar curvado, durante um período variável de 10-15 dias, retornando lentamente a sua posição habitual.

Esta recomendação é importante para não comprometer a cicatrização da abdominoplastia. Caso não siga as recomendações, a cicatriz poderá ficar larga, torta, alta ou desviada. Esticar o tronco pode forçar a abertura dos pontos da abdominoplastia.

Fazer pequenas caminhas durante o dia. Ideal será andar de 2 em 2 horas. Dormindo depois com tranquilidade. Repouso absoluto pode causar Trombose Venosa Profunda e trazer sérios riscos para a paciente.

Tomar bastante líquido. A lipoaspiração, muitas vezes, resulta em uma desidratação imediata. Portanto, beba muita água.

Comparecer nas sessões de drenagem linfática. Essa terapia manual e mecânica (ultrassom, por exemplo), contribui para diminuir o inchaço, acelera o processo de cicatrização e melhora o resultado da cirurgia plástica.

Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket