Por mais que seu cirurgião plástico tome todos os cuidados necessários para que sua prótese dure, é possível que em algum momento ela precise ser trocada. Em geral as pessoas estipulam um tempo de 10 anos, porém hoje em dia esse tempo já não é mais valido como único já que o avanço nesses materiais tem permitido que eles durem muito mais.

O seu corpo muda com o tempo e isso reflete na sua prótese; a troca é importante em alguns casos para que não haja problemas com a sua saúde e aparência. Muitos casos de troca são resultado de mulheres que pretendem mudar o tamanho de sua prótese, seja para maior ou menor.

Quando a mulher se submete a uma grande mudança de peso, como por exemplo na gravidez, o corpo se transforma e pode deixar algumas marcas como a flacidez. Para recuperar a pele de antes e o posicionamento desejado da prótese de silicone pode ser feita a troca dela ao mesmo tempo que se faz uma cirurgia para melhorar o aspecto da flacidez.

O acompanhamento com o cirurgião plástico com o qual você realizou a cirurgia de implante de prótese deve ser contínuo, consulte seu médico e faça exames para saber a situação da prótese pelo menos uma vez por ano.

Alguns sinais de que está na hora de trocar a sua prótese de silicone são: endurecimento da cicatriz, ruptura da prótese, endurecimento dos seios, prótese visível, dor e desconforto nas mamas, flacidez causada por gravidez ou mudança de peso, desejo de aumentar ou diminuir o tamanho das próteses, contratura capsular.

A contratura capsular é fator de muitos casos de cirurgia para a troca de prótese, essa contratura é um processo natural e comum em qualquer cirurgia plástica que envolva materiais sintéticos, inclusive no aumento das mamas com silicone.

Esse processo acontece quando o organismo estranha aquela prótese e acaba isolando aquele material envolvendo-o em uma membrana fibrosa, o que causa o enrijecimento da prótese de silicone podendo deixar a pessoa com dor e desconforto, além de algumas vezes alterar o formato da mama.

A cirurgia de troca de prótese de silicone é muito semelhante a primeira cirurgia, quando se vai colocar a prótese de silicone. É retirada a capsula que se forma em volta do implante ou liberada parcialmente, e então é feita a troca do material. O plano em que está colocada a prótese de silicone é modificado em algumas situações para que diminua os bordos palpáveis e a chance de uma nova cirurgia plástica.

Cada caso é específico e dependendo do seu, o corte poderá ser feito na cicatriz da primeira cirurgia plástica, assim evitando deixar novas cicatrizes. A flacidez pode ser corrigida junto com a troca da prótese de silicone, nesse caso haverá novos cortes a serem feitos. Não é um procedimento complicado, a colocação da nova prótese de silicone é feita da mesma maneira que da antiga e os cuidados são o mesmo.

Assim como a cirurgia, a recuperação também é muito semelhante com a do implante de silicone. Esse procedimento permite que você volte para casa no mesmo dia, só devem ser tomados alguns cuidados, como não fazer muito esforço, evitar levantar os braços por 30 dias, fazer uso do sutiã modelador e repousar.

Cirurgia Plástica em Santos
Dra. Ana Lúcia Lemos | Cirurgiã Plástica CRM 85.517
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica
Registro de Qualificação de Especialista | RQE 18.555

Clínica de Cirurgia Plástica em Santos
(13) 99790.2280 | (13) 3271.7065 | (13) 3231.5184
Segunda a Sexta 8 às 20 horas | Sábados 8 às 13 horas
Rua Almirante Cochrane, 137 | Embaré | Santos

Gostou desse Post?

Comente

Compartilhe

Comente

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Shopping Basket